Português EnglishSpanish (ES)

Reditus/Redware - Agilidade Operacional

GRUPO REDITUS E REDWARE ATINGEM BONS RESULTADOS ATRAVÉS DA AGILIDADE OPERACIONAL

A aposta na agilidade operacional e no cross-selling tem gerado excelentes resultados no Grupo Reditus, nomeadamente, na sua participada Redware.

Os proveitos operacionais do Grupo Reditus aumentaram 32,5% no primeiro trimestre de 2005, em relação ao período homólogo de 2004. A estes proveitos, de 5,257 milhões de euros, correspondem um EBITDA de 397 mil euros e um resultado líquido de 731 mil euros.

Já em 2004, os proveitos operacionais atingiram 19 milhões de euros, mais 41% que em 2003, correspondendo a um EBITDA de 1,7 milhões de euros. A empresa Redware, participada do Grupo Reditus, contribuiu de forma significativa para este aumento com proveitos de 5,8 milhões de euros, o que representou um aumento superior a 68% relativamente a 2003. Os resultados de 2005 são também fortemente marcados pela boa performance da Redware, para além da unidade de “Go to Market”.

Dr. Miguel Ferreira

Dr. Miguel Ferreira - Adiminstrador da Reditus

Com uma actuação focalizada no mercado de Business Process Outsourcing (BPO) e recursos especializados, a Redware, desenvolve um conjunto alargado de serviços integrados na área das tecnologias de informação. Uma aposta que se tem revelado positiva tendo em conta que o mercado de BPO, em Portugal, cresce a uma taxa de 6% a 10% ao ano, o que representa actualmente cerca de 100 milhões de euros em termos de volume de negócios.

Esta é uma das áreas de mais rápido crescimento relativamente aos serviços tecnológicos. Segundo o Dr. Miguel Ferreira, Administrador da Reditus, o crescimento advém de dois factores: a necessidade de redução de custos operacionais que as empresas sentem e, por outro lado, uma maior eficiência operacional e melhoria dos níveis de serviço. “Tudo isto permitindo ao cliente concentrar-se nas fases da sua cadeia de valor que mais contribuem para o seu negócio”, sublinha.

As mais-valias da Redware são na sua opinião, o retorno de experiência de fazer BPO em várias actividades económicas há vários anos, o que beneficia os clientes pelo saber fazer e pela rapidez com que se colocam a funcionar “operativas externalizadas”. Por outro lado, o Dr. Miguel Ferreira aponta a flexibilidade como factor distintivo. “Somos capazes de adaptar a nossa prática e intervenção no cliente de forma a que a introdução do outsourcing decorra de forma eficaz, trazendo os benefícios esperados mais cedo sem colidir com a cultura de empresa dos nossos clientes”.

É com esta filosofia que a Redware pretende liderar de forma qualitativa o mercado de BPO e PSO (outsourcing de serviços de processamento) em Portugal e expandir-se para fora do País, seguindo os seus clientes nos países em que estes operam, permitindo desta forma adquirir uma dimensão internacional na actividade desenvolvida.

Consolidação implica estruturação das actividades

Internamente, a agilização operacional e a sistematização do conhecimento dentro da própria empresa, bem como a dificuldade em reter o conhecimento que se adquire com os novos projectos, foram, a certa altura, necessidades prementes cuja apreciação conduziu a um trabalho desenvolvido pela Leadership Business Consulting.
Um contributo que, segundo a própria Redware, se revelou fundamental, ao qual acresce a consolidação da estratégia de desenvolvimento da actividade através do benchmarking realizado noutros países.

Os objectivos do projecto foram a estruturação e consolidação operacional da Redware, consubstanciada na procedimentação da sua actividade, na clarificação da estrutura orgânica e responsabilidades por função e na definição do modelo de monitorização da actividade, tendo ainda em conta a definição de linhas de orientação estratégica para o negócio.

 

UK betting sites, view information for Sign Up Bonuses at bookmakers