Português EnglishSpanish (ES)

Portal corporativo da Sonangol - Um Motor de Gestão da Mudança

A Sonangol - Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola - é a entidade responsável pela gestão dos recursos de hidrocarbonetos em Angola, tendo como principais atribuições a gestão das concessões de blocos petrolíferos, pesquisa e produção de petróleo, distribuição de combustível e, dentro em breve, a refinação de petróleo. A Sonangol é a maior empresa angolana. Por sua vez o sector petrolífero contribui em cerca de 52% para o total do PIB nacional.

Em virtude da sua dimensão e das suas necessidades, a empresa tem desenvolvido um conjunto de actividades económicas relacionadas com a actividade petrolífera, através de um conjunto de empresas subsidiárias nos sectores da aviação, transporte marítimo, logística e, até, telecomunicações.

Sonangol

A sua diversidade e dimensão são atestadas pelas 34 empresas que constituem o Grupo Sonangol, totalizando cerca de 10.000 colaboradores.

A dimensão e o dinamismo organizacional do Grupo Sonangol e a multiplicidade de actividades e localizações geográficas em que está inserido colocam aos seus gestores e trabalhadores fortes desafios ao nível da comunicação interna, da organização, dos métodos de trabalhos e da gestão do conhecimento gerado na empresa.

Engº Álvaro Santos, Director de Tecnologias de Informação da SonangolNeste contexto, um dos mais importantes desafios da Sonangol é o desenvolvimento de mecanismos e de ferramentas que suportem e dinamizem o processo contínuo de modernização e de gestão da mudança que o Grupo enfrenta em virtude da pujança que a economia angolana atravessa.

Fruto da dinâmica de inovação que orienta os gestores da Sonangol, a Direcção de Tecnologias de Informação da Sonangol - liderada pelo Eng. Álvaro Santos - desenvolveu em 2001 a primeira versão de um Portal Corporativo, que centra as suas funcionalidades na disponibilização da informação.

Em virtude da crescente importância que o Portal Corporativo tem assumido na actividade da empresa e da necessidade da sua renovação, a Direcção de Tecnologias de Informação da Sonangol decidiu elaborar um Plano de Desenvolvimento para o Portal Corporativo, tendo como objectivo primordial a sua transformação numa ferramenta de trabalho diária dos colaboradores e de suporte à gestão do conhecimento da empresa, tendo para o efeito convidado a Leadership Business Consulting.

Neste âmbito, foi realizado previamente um estudo comparativo (benchmark) dos portais corporativos das principais empresas petrolíferas a nível mundial, tendo sido analisadas em pormenor os portais corporativos de seis empresas de quatro continentes - Europa, América, África e Ásia.

Tiago Cabral

Para Tiago Cabral, Manager no escritório de Lisboa, “Cada vez mais os clientes assumem um Portal Corporativo como uma decisão estratégica e organizacionalmente ponderadas, em detrimento de ser considerado uma mera aquisição de software. A definição prévia de objectivos claros, do alinhamento com o negócio e do modelo de funcionamento do Portal Corporativo, são fundamentais.”

O benchmark permitiu aferir um conjunto de factores críticos de sucesso associados aos portais analisados, entre os quais se destacam:

  • a disponibilização de funcionalidades orientadas para o dia a dia dos colaboradores (employee- self-service - B2E);
  • a capacidade de personalização dada aos utilizadores;
  • a plena integração de todas as aplicações corporativas no Portal;
  • o patrocínio explícito dos gestores de topo da organização;
  • a gestão de conteúdos ser da responsabilidade de uma área orgânica criada para o efeito.

A estratégia definida para a evolução do Portal Corporativo da Sonangol assenta num desenvolvimento progressivo das funcionalidades transformando-o, num período de 2 anos, num Portal do Empregado onde as suas funcionalidades estão vocacionadas para a facilitação dos processos internos da empresa e para o acesso aos sistemas de informação da mesma. Objectivo: transformar o portal na principal ferramenta de trabalho  de cada um dos colaboradores da Sonangol.

Foram também definidas orientações relacionadas com a gestão de conteúdos e funcionalidades, modelo de gestão e comunicação e divulgação.


O processo de transformação do Portal Corporativo da Sonangol - assente no plano estratégico - encontra-se agora em execução tendo sido aprovado e implementado o novo layout gráfico estabelecido no decorrer do projecto.

Estratégia Definida para a evolução do Portal corporativo da Sonangol

 

 

 

 

Vantagens da Utilização de um Portal Corporativo

O Portal Corporativo é encarado como um meio de ultrapassar um conjunto de desafios.
1.   Relacionados com a gestão da informação e do conhecimento, nomeadamente:

  • Incompatibilidades de formatos de ficheiros e plataformas - incremento da interoperabilidade;
  • Acesso a informação por diferentes métodos, incluindo client software, web browsers, aplicações específicas, discos rígidos individuais;
  • Organização e catalogação de informação publicada de forma desorganizada;
  • Incapacidade individual para publicação de informação de forma fácil e sua disseminação na organização;
  • Diferentes formas e métodos de pesquisar e aceder a informação;
  • Incapacidade de distribuir informação de forma abrangente na organização e para o exterior;
  • Ausência de ferramentas colaborativas on-line;
  • Sistemas sobrepostos com complexos e diferentes interfaces (muitos sem um browser-based interface).

 

2.   Relacionados com a redução de custos e aumento de eficiência, nomeadamente:

  • Ausência de uma plataforma de acesso integrado aos processos de negócio;
  • Ausência de plataforma que permita a efectiva partilha de recursos;
  • Incapacidade para medir e monitorizar os gastos e os processos de negócio de todo ou em tempo útil;
  • Ausência de processo de suporte aos serviços partilhados.

 

3.   Relacionados com a gestão da mudança em prol de objectivos estratégicos e competitivos, nomeadamente:

  • Ausência de um pólo operacional e permanente de geração de energia organizacional e de motivação e orientação para a mudança;
  • Falta de visibilidade dos processos de mudança;
  • Ausência de ferramenta potenciadora do trabalho em rede e de actividades transversais;
    •  Ausência de uma comunicação e de uma experiência diária e consistente;
  • Comunicação difusa e difícil de contextualizar para cada departamento e posto de trabalho.

 

 

UK betting sites, view information for Sign Up Bonuses at bookmakers